Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
postado por Hellz. em 20 junho 2017

A comemoração diferentona do Nenhum de Nós: A obra inteira de uma vida


Como pude constatar no post que fiz ano passado sobre o livro Bruto do Theddy Correa, a maioria da galera que frequenta o BHZ não conhece a banda Nenhum de Nós. Infelizmente né, gente (rock gaúcho é puro amorzinho, vão por mim <3). MAS SEMPRE É TEMPO DE CONHECER, NÃO É MEEEEEXMO? HAHAHA. Assim, utilizando minhas técnicas de persuasão *cof cof* e o livro lindão que a Editora mais linda desse BR me enviou (Belas Letras, já declarei meu amor por vocês hoje?) vamos lá a dica musical do dia, YEY! (aliás, musical e literária. Somos dessas Q).

MAS QUEM SÃO VOCÊS, AFINAL?
De três garotos que fizeram amizade nos tempos de escola à um quinteto que soma os três fundadores originais à mais dois caras que só vieram agregar musicalidade: Esta é a banda Nenhum de Nós, que faz um rock gaúcho legalzão e veio da mesma safra dos Engenheiros do Hawaii lá na década de 80.

Com trinta anos de carreira, você pensa que os caras tão fazendo igual todo mundo e lançando remixes ou coletânea de sucessos? NANANINANÃO. Eles decidiram foi por a mão na massa e criar material exclusivo como comemoração. Diz aí: Quantos artistas tu já viu que comemoraram em grande estilo dessa maneira? Se me recordo, bem poucos, hm?

É engraçado a gente parar pra pensar a observar como esse BR é um mix de influências que se unem, dividem, multiplicam e se renovam a cada geração. O Nenhum de Nós deixa claro suas influências gaúchas com uma pontinha de melancolia britânica inspirada no The Smiths e explicam como não é fácil crescer como artista em qualquer lugar do mundo. Além de causos engraçados e coisas não tão felizes assim, essa é a verdade dos músicos que é registrada e copilada pelo autor Marcelo Ferla no livro "A Obra Inteira de uma vida".

Com escrita fluida que faz com que a gente se teletransporte à casas de shows grandes e pequenas do Sul brasileiro, o livro é um balde cheio de memórias aos fãs. E se você não é fã, a biografia se torna tão gostosa ainda de ler, afinal... histórias de superação estão aí pra gente aprender, né não?

Como sempre, a diagramação tá maravilhosa e o conteúdo não se restringe à apenas letras num papel: Diversos momentos são ilustrados com fotos originais da época, o que faz tudo ser bem mais verídico na nossa cabeça, criando imagens mentais dos relatos à medida que são lidos.


Se conhece a banda, vale a pena a leitura. Se não, vale a pena também a "escutada".


postado por Hellz. em 13 junho 2017

3totryon: Apps de games old school que vão lembrar sua infância

Como boa geminiana, dentro de mim sempre há os contrastes: Por mais que eu seja uma pessoa modernosa, eu também consigo ser um poço de nostalgia  (Confesso não compreender tal vertente da minha personalidade, mas como já dizia um migo: "Não entenda. Apenas aceite" e assim eu sigo vivendo sem entender a mim mesma muito bem HAHAHAH. Quem nunca?).

Por mais que eu também ache os games atuais coisas muito legais (e que tenho apreendido a respeitar cada vez mais, mesmo tendo trauma de infância pelas meninas da vizinhança me considerarem café com leite e não me deixarem jogar NUNCA o bicho lá u.u), algo em mim não abandona aquele lado de vovó que se diverte horrores jogando buraco (jogo este que também não sei HAHAH).

Ao me sentir diferentona quando o assunto de APPS de joguinho entra em pauta na rodinha, decidi que isso daria um post inclusivo pras almas velhotas como a minha. E pra quem não sabia que essas delícias ainda existem de um jeito mais tecnológico: Deixe de ter vergonha, baixe o negócio aí no seu celular e venha jogar com a gente também u.u


1 - iCruzadinha

IMAGINEM A MINHA FELICIDADE QUANDO EU DESCOBRI QUE NÃO PRECISAVA MAIS COMPRAR REVISTINHA AO DESCOBRIR ESSE APP! HAHAHAH Sim, a boa e velha (bem velha, por sinal Q) palavra-cruzada tem APP, meu Brasél! E podemos exercitar a memória, nos divertir de um jeito maroto e idoso e não precisar mais gastar grana com papel (ou ficar puto tentando escrever no sacolejo do carro/bus. Dica: Não é legal).


2 - Snake

QUEM NUNCA JOGOU O JOGO DA COBRINHA QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA! HAHAHAHA Sucessão dos anos 2000, eu tenho certeza que você já roubou muito os celulares dos seus pais pra passar a noite jogando essa macumba viciante e sofrendo quando a cobra ficava gigante, batia numa parede e morria tragicamente. O mais legal do APP Snake é que a interface é essa aí mesmo: Bem parecido com um dos celulares antigos em que a gente fazia a festa!


3 - Wildagotchi

Outra certeza que eu também tenho nessa vida é que: SIM, VOCÊ TEVE UM BICHINHO VIRTUAL. Não sei se você chegava ao meu nível de trouxice que acordava de madrugada pra dar comida ao bicho pra ele não morrer, mas você já teve um sim! Se sofreu por ele, eu não sei. Mas sei que já se divertiu horrores por lá! HAHAH Apesar do Wildagotchi não parecer total com o tal Tamagochi, lembra bastante e dá pra causar aquela nostalgia gostosa no coração, nhu <3

EAI, QUAL DESSES APPS VOCÊ JÁ TÁ LOKO PRA BAIXAR?


postado por Hellz. em 07 junho 2017

Das vezes em que a vida aprende capoeira e te dá umas rasteiras + I’m back, bitches + domínio novo

AI QUE FELICIDADE VER VOCÊS DE NOVO NESSE MESMO BATCANAL *-* *chega dançando a Macarena*

Como foi bem notório o sumiço, SIM... (Seremos sincerões porque as coisas por aqui sempre foram assim, oks? HAHAHA) eu tava mermo sem grana, perdi os prazo aí de pagar o domínio e a empresa maravilhosa tomou pra si o meu lindo .com. Foi difícil desapegar do endereço antigo BAGARAI, mas eu pus a massa cinzenta pra pensar e, se eu tinha o dinheiro porém não tinha o domínio, o jeito mais rápido seria migrar pra outro endereço, logo... Vos apresento o BHZ Agora bem brazuca e profissa no http://www.beinghellz.com.br

Sobre a zica dos eletrônicos... Recuperei meu celular, porém sem notebooks ainda por aqui. ENTRETAAAANTO sempre há o tablet quebra-galho o qual estou fazendo esse post no momento, hein? Nada como um tecladinho fazendo barulho real pra uma pessoa old school como eu, mas vamo nos acostumando com o touch e evoluindo porque adaptações são necessárias pra crescer (e, nesse caso, pra manter essa bagaça online u.u HAHAHAHA)

Por mais que eu tenha ficado MUITO puta em vários momentos com essa brincadeirinha de mal gosto do mercúrio retrógrado, eu respirei fundo e decidi enxergar o outro lado do negócio: se tão tentando me parar é porque eu tô fazendo algo certo, né? AND GUESS WHAT? Eu não tô nem um pouquinho a fim de desistir u.u MUAHAUAHAUAHAUAHUA *gargalhada fatal*

VOCÊS NÃO VÃO SE VER LIVRE DE MIM TÃO FÁCIL! <3



postado por Hellz. em 10 maio 2017

hellz ressuscita o lado trouxa: O retorno das confecções de presentes amorosos

HELLOW GALERES!

Pra manter aquele bom e velho status decorrente da destruição em massa de eletrônicos que aconteceu durante o período de mercúrio retrógrado aqui em casa, digo que as coisas tão maizomenos na merma. Ainda estou pobre, pobríssima e desconectada do mundo, ou seja, sem pc. Vamos todos marcar uma novena/corrente/macumba/pedir com muito fervor pela Hellz, oks? VAMOS SIM! Uma hora essa maré de azar vai embora e a onda volta pro raso cheia de notas de 100, Ô GLÓRIA! HAHAHAHAHA.

Mas enfim... focando no que eu vim, de fato, dizer aqui...

Muito embora eu houvesse jurado a mim mesma que não iria mais confeccionar nadica de nada com as minhas próprias maozineas para alguma criatura, eis que, além de eu acabar me tornando uma viciada convicta em DIY (Do It Yourself = Faça você mesmo), os ventos mudaram de direção como quem não queria nada (Pra completar, eu só fui perceber que tava quebrando a promessa quando me vi dentro de uma papelaria comprando tinta, uma tela em branco e glitter, pensando no melhor que eu poderia fazer com aquilo pra presentar aquela ~pessoa~, a que iria me encontrar dali alguns dias HAHAHAHA). 

E foi assim que surgiu este quadro do Batman:

Eu sei que usei "trouxa" no título deste post, mas acho que dessa vez não se encaixa muito na situação (sim, um milagre HAHAHAH). Digamos que essa denominação serve apenas pra dizer que sou banana e tenho destreza e boa vontade em fazer uns artesanato legalzão e dar de presente :B HAHAHAHA 

Juro que eu faria um tutorialzinho do amor pra vocês, mas acabou que nem tirei fotos durante o processo, comofas? Mas acho que vale de inspiração, né? É u.u

Será que o que eu precisava era encontrar outro Batman pra ter a benção do Batman supremo? Aguardemos os próximos capítulos...


postado por Hellz. em 26 abril 2017

"eu posso ser a solução dos seus problemas": yamasterol tradicional

Fonte: tudoela.com
OLAR!

Venho mais uma vez direto do cyber da faculdade dar o ar da minha graça a vocês, cof cof (e creio que por muito tempo assim permaneceremos - sem eletrônicos facilitadores da vida em casa HAHAHAH). Tudo que peço é que tenhamos fé e não desistam de mim, oks?VAI DAR TUDO CERTO, SEGURA NA MINHA MÃO E VAMO!

Como uma vez no ano eu venho ser diferentona e dar os meus pitacos nada especializados sobre essa área das beleza da vida, aqui estou eu apenas munida com a minha opinião (como todo o sempre) e boa vontade de trazer algo realmente válido pra vocês, bando de coisa linda. Porque eu quero todo mundo cheiroso, mentalmente estável e de cabelo bonito, beleza?


Meu cabelo não andava lá dos melhores. Numa fase dificílima, muito pior que a adolescência, de uma rebeldia extrema e irreparável. EIS QUE A MINHA SHERLOCK ENTROU SÓ TRAZENDO LUZ NA MINHA VIDA (a Duane do Claramente Insana) e eu conheci o Yamasterol Original (sim, esse lindo da foto que encabeça o post) lá no blog dela. Quando eu descobri que esse simplório cremezinho amarelo servia como condicionador, creme de pentear, máscara de hidratação, pré-shampoo, co-wash....ufa! Com esses paranauê todo em uma só embalagem eu fiquei ENCANTADÍSSIMA! (mais ainda, confesso, quando descobri o preço HAHAHAH. Baratinho demais, migs!).

Eu passei então a caçar loucamente o tal Yamasterol por esse interiorzão que tenho o desprazer de morar e nada acontecia (mesma saga com as make da Ruby Rose. Sofrida a vida). MAS AI.... a sorte me sorriu e eu encontrei uma versão pocket num supermercado da cidade (90g. Ótemo pra testar e, se nada der certo, não chorar pelo dinheiro perdido). Cheguei em casa, lavei com o bicho (optei por usá-lo como condicionador mermo) e tive o cabelo mais cheiroso, solto e hidratado como há tempos eu não via acontecer, bem tipo milagre HAHAHAHA. 

Recentemente, de boas no Pinterest, descobri que existem QUATRO versões de tal milagre cremoso. Como boa geminiana, já garanti mais um deles pra vir contar a vocês se é tão bom quanto, mas desde já digo: O amarelinho tá aprovado!


VAMO TODO MUNDO SER CREMOSX, GENTE *-*






postado por Hellz. em 20 abril 2017

5 tipos de pessoas que você deve correr pras colinas quando encontrá-las por aí


Se tá tudo melhor por aqui? BOM... SINCERAMENTE NÃO HAHAHAHA Mas nois continua a dar risada desse período trágico e tentando se virar nos pcs da faculdade por puro amor a vocês, sério (e estou lidando com muitos olhares tortos quando os coleguinhas aqui, se julgando fodões, ficam bisbilhotando quando vêem que a página aberta é a do blogger. DEUS TÁ DE OLHO EM VOCÊS, hein U.U). Mas vamo continuar a rir que um dia melhora com foco, força e fé (isso não serve só pra marombeiros colocarem na legenda da foto no espelho da academia, viu? HAHAHAH).

Como tamo aqui nessa situação precária de dinheiros e tecnológicos (que decidiram morrer todos de uma só vez), eu ainda assim venho trazer um post otimista, afinal: Os eletrônicos nois compra de novo, mas um amigo non muy amigo que fode com a sua cabeça acaba saindo bem mais caro, ok? E eu não quero que vocês passem por isso, então vamos seguir direitinho a lista de pessoas que quando você cruza com elas na rua, a Taylor Swift já surge fazendo uma cena digna de musical cantando: I KNEW YOU WERE TROUBLE, TROUBLE, TROUBLE... (8)

Se sentir que alguém desse tipo abaixo tá te adicionando no face, te abordando nos aplicativos de chat da vida e convidando pra um café, confia na Hellz aqui: FOGE QUE É CILADA! HAHAHAHAH

1 - MITOMANÍACOS
Pode ser que a palavra te soe estranha, mas sei que você já conheceu alguém assim e entende direitinho o que o significado dela proporciona. Sabe aquela criatura que tem a INCRÍVEL necessidade de mentir sobre absolutamente tudo? Não, cara, eu não tô falando de pequenas mentirinhas brancas que a gente precisa soltar aqui e aculá pra conviver em harmonia nesse mundo loko. Os mitomaníacos são compulsivos por mentir e, se foram ao banco as 3 da tarde, vão chegar pra você dizendo que nessa hora estavam dormindo e sonhando com o novo cd da Beyoncé. É sem sentido, mas é mesmo assim, juro HAHAHAHAH Já tive a incrível ~sorte~ de ter um ex assim. E, se você tem consciência de que é assim, por favor: Não seja. Procure ajuda, real.


2 - OS VITIMISTAS PROFISSIONAIS
Você fala que tá cansadão porque dormiu tarde, o cara te diz que pior tá ele que não pregou o olho a noite inteira. Tu diz que tá com dor de cabeça, ele diz que tem um aneurisma inoperável desde criança. Você fala que tá triste porque o cachorro morreu, ele surge contando que houve uma chacina de pets na rua dele. ENFIM... tudo é um grande jogo sem sentido onde, ao desabafar seus problemas pela simples vontade de contar com o coleguinha, este ser se transforma em um monstro que vai competir com você por horas ininterruptas te provando que ele é mais fodido que tu em qualquer aspecto existente. Não é fácil, mas saibam: Vocês não são obrigadxs a nada, gente. Pé na bunda dessa macumba!


3 - OS VAMPIROS DE BOAS ENERGIAS
Esse tipo de gente nem precisa falar muita coisa, fazer alguma coisa ou nada disso. Só pelo fato de existir e estarem perto de você o bagulho já começa a funcionar loucamente. Particularmente, já convivi com um desses seres das trevas e me sentia DESTRUÍDA ao fim do dia. Minhas costas queimavam ao toque, bizarrismo. Evitem, evitem, evitem!


4- OS SABICHÕES QUE SE ACHAM DONOS DA VERDADE
Não adianta tentar ser gentil com esse tipo de ser humano e estabelecer uma conversinha marota, porque eles simplesmente não vão te deixar falar nada sem deixar bem claro a todo tempo que você está errado, erradíssimo e que precisa mudar os seus conceitos. Mais precisamente, você precisa tornar as suas opiniões iguais às dele pra ter vez e ser participativo naquele lance. Além de lhes faltar flexibilidade, nos falta paciência mesmo e, repito: Não somos obrigados a NADA!

5- OS DELICADOS COMO TIRO DE CANHÃO
Que as vezes a gente precisa sair dos saltinhos e tacar um deles na cabeça de alguém pra se defender, isso é verdade. Mas é insuportável quando as pessoas decidem serem grossas à torto e à direito apenas porque acordaram assim, you know?. Gentileza é sexy, sabia? Além de perderem muitas oportunidades de ficarem calados, eles também perdem oportunidades de, quem sabe, descolar um lance legal pra levar pra vida e serem menos ranzinzas. 

TODO MUNDO APRENDEU DIREITINHO? Se algum de vocês quebrar a cara com um desses tipos DEPOIS da Tia Hellz ter avisado, juro que vocês vão se ver comigo, hein? HAHAHAHAHHA


postado por Hellz. em 05 abril 2017

3totryon: Clássicos atemporais da Disney

OLAR MEU BRASÉL! *Chega dançando a macarena*. 

São tempos difíceis de preguiça, muito trabalho e poucos dinheiros pra Hellz, mas não desistam de mim. Eu juro que sempre volto porque nois por aqui ama vocês, nhu <3 HAHAHAH Enfim...

Como desgraça só vem de muita, o block criativo também acomete a pessoa que vos escreve. Não o bastante, meu notebook deu o seu último suspiro antes de cair duro e morrer tragicamente e, voltando ao loop eterno, eu não tenho dinheiros pra um novo HAHAHAH Ai, vamo rir pra não chorar, viu. Tá tenso D:

Mas como os sonhos existem pra que a gente não venha a se matar quando a realidade bater (drama queens, uni-vos! HAHAHAH), e ainda inspirada pela biografia do Walt Disney que ando lendo (vejam aí no espaço da direita a capa de "Walt Disney - O príncipe sombrio de Hollywood"), nada melhor do que o jeito clássico que o Tio Walt promoveu de encarar as coisas pra Hellz nesse momento: Nada pode nos abalar, o amor tarde mas não falha e os sonhos são, por mais absurdos que pareçam, possíveis *-*


Toda essa minha vibe Alice sonhadora não é coincidência: Fui siiiim daquelas crianças que cresceu rodeada dos clássicos do estúdio e suuuuuuper por dentro dos lançamentos na minha época (cliente assídua das, que Deus as tenha, videolocadoras HAHAHAH). Lógico que claro, a infância não saiu de mim também (por mais que a biologia tente me provar a cada dia o contrário) e, constantemente, rola um revival com meus filmes preferidos aqui em casa :B

Sim, me é difícil pra caramba escolher apenas 3 filmes pra listar nesta categoria de indicações, mas como este é um desafio que eu mesma criei pra me ferrar na hora de selecionar as coisas, vamos lá :B HAHAHAHA Sejamos fortes!

1 - CINDERELA (1950)

A órfã rica que acaba se tornando escrava doméstica de uma madrasta horrorosa e suas duas filhas mais feias ainda. Tem gatos (embora o personagem seja meio dumal HAHAH), bichinhos ajudantes, fada-madrinha e sapatinho loosho de cristal. Destaque ainda pra música mais legal de todas as animações: Bibbidi-Bobbidi-Boo! *-*

 2 - A BELA E A FERA (1991)

O sequestrador mais fofo do mundo - que tem em casa a maior biblioteca que você respeita, móveis vivos e animados (em todos os sentidos da palavra HAHAH Lumiére que o diga), uma leitora voraz e que, como eu, não aguenta mais a vida do interior. Destaque pra o vestido de baile mais lindo que eu vi em toda a minha infância *-*

3 - ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS (1951)

E o meu filme preferido PRA SEMPRE E SEMPRE E SEMPRE E SEMPRE <3 Enquanto todas as criancinhas achavam esse filme chato, incompreensível, viajado e confuso, eu assistia MIL VEZES por semana e ainda queria fazer a minha própria versão dos fatos (exigindo que meu pai só me trouxesse da locadora uma versão próxima a minha releitura - o que claramente nunca rolou HAHAHAH). Destaque pra o personagem mais sarcástico e engraçado que existe: Mestre Gato.


Pra comprovar toda essa atemporalidade que quero mostrar (vide o título do post), fiz questão de caçar o ano de lançamento de cada coisa linda dessa, décadas de 50 e 90. Mas me diz aí: Não parece que foram lançados ainda ontem? 

Clássicos nunca saem de moda!